Hoje é 18 de abril de 2024 13:25
Hoje é 18 de abril de 2024 13:25

Wellington Bessa pede exoneração da prefeitura para retornar à Câmara de Goiânia

Após ser remanejado da Secretaria de Educação para a Secretaria de Administração, vereador pediu exoneração antes de completar dois meses no cargo e vai reassumir o mandato de vereador, pelo partido Democracia Cristã
Wellington Bessa vai ocupar a cadeira que está interinamente com o primeiro suplente Raphael da Saúde (DC), que assumiu desde que ele se licenciou para tomar posse da Secretaria da Educação, em março de 2021 // Foto: Arquivo/SME

Pouco mais de um mês após ter sido nomeado secretário Municipal de Administração, Wellington Bessa deixou a pasta para retornar à Câmara Municipal de Goiânia. Ele estava licenciado do cargo de vereador desde o início do mandato, em 2021, quando assumiu a Secretaria de Educação da capital. Nesta quinta-feira (20/7), Bessa pediu exoneração da Secretaria de Administração, decisão que, aparentemente, pegou o Paço Municipal de surpresa.

“Retorno à Câmara com o compromisso genuíno de defender de forma inequívoca as bases da educação municipal, uma gestão pública eficiente e auxiliar na busca pela garantia da qualidade de vida de todos os goianienses”, informou o vereador, que agradeceu ao prefeito Rogério Cruz (Republicanos) e a todos os servidores públicos que o acompanharam na prefeitura.

A notícia do desligamento foi acompanhada por uma nota oficial da prefeitura que esclarece que, por mais de dois anos, Bessa “desempenhou suas funções com dedicação e compromisso, contribuindo com a gestão de Rogério Cruz nas secretarias de Administração e Educação”.

O prefeito externou agradecimento a Wellington Bessa pelo trabalho realizado durante o período em que esteve na sua equipe de auxiliares, destacando que sua colaboração “foi fundamental para o avanço de questões administrativas e educacionais no município”.

Na Câmara Municipal, Wellington Bessa vai ocupar a cadeira que está interinamente com o primeiro suplente Raphael da Saúde (DC), que assumiu desde que ele se licenciou para tomar posse da Secretaria da Educação, em março de 2021.

Compartilhar em:

Notícias em alta