Hoje é 22 de maio de 2024 11:04
Hoje é 22 de maio de 2024 11:04

Rogério Cruz abre vacinação contra dengue em crianças de 10 e 11 anos

Durante lançamento da campanha, prefeito destacou ações do município para combater a doença e pediu apoio da população na luta contra o Aedes aegypti
Campanha de vacinação contra a dengue na capital teve início nesta quinta-feira: “Nosso convite é para que pais e responsáveis procurem as unidades de saúde para imunizar as crianças” // Fotos: Jucimar de Sousa

Ao participar do início da vacinação contra dengue em Goiânia, o prefeito Rogério Cruz (Republicanos) pediu apoio da população para combater a doença e citou ações desenvolvidas pela gestão municipal para prevenir a doença. O lançamento da campanha de imunização em Goiânia ocorreu no Centro Municipal de Vacinação e Orientação ao Viajante (CMV), localizado no Setor Pedro Ludovico. Nesse primeiro momento, devido à quantidade disponível, serão vacinadas somente crianças de 10 e 11 anos.

Até agora, a Secretaria Municipal de Saúde recebeu 34.234 doses da vacina Qdenga, que é produzida pela farmacêutica japonesa Takeda e teve o registro aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em março de 2023. Segundo a SMS, a quantidade de vacinas é suficiente para atender, com a primeira dose, todas as crianças de Goiânia do grupo inicial.

Em Goiânia, as crianças poderão ser imunizadas em mais de 70 pontos de vacinação espalhados por todas as regiões da cidade.

“O nosso convite é para que os pais e responsáveis procurem as unidades de saúde para que as crianças possam ser imunizadas. O público-alvo da campanha foi definido pelo Ministério da Saúde e será ampliado conforme a chegada de novas doses da vacina”, explicou Cruz.

Apoio da população é importante para eliminar criadouros’

Rogério Cruz aproveitou a oportunidade e pediu apoio da população para conter a proliferação do mosquito transmissor da doença. Ele citou ações preventivas da Prefeitura de Goiânia para prevenir a doença.

“O apoio da população é importante para eliminar os criadouros do mosquito e a gestão municipal atua em muitas frentes para fortalecer esse trabalho. Prova disso são as armadilhas implantadas em pontos estratégicos para inativar a reprodução do Aedes aegypti e o mutirão de limpeza que vamos realizar na próxima semana em mais de 40 bairros da região Norte”, acrescentou.

Tyessa Aryce de Castro, de 10 anos, foi a primeira criança a receber a vacina em Goiânia durante o início da campanha.

“A vacinação foi bem tranquila e agora estou protegida da dengue. O mosquitinho nunca vai me fazer mal”, disse.

Para receber o imunizante, todas as crianças do grupo atual devem apresentar documento com foto e caderneta de vacinação.

Vacina previne 4 tipos da dengue

A vacina é produzida com quatro sorotipos vivos do vírus da dengue: DEN1, DEN2. DEN3 e DEN4. A segunda dose, de acordo com o superintendente de Vigilância em Saúde da SMS, Pedro Moraes, deverá ser aplicada três meses após a dose inicial.

“Todas as recomendações adotadas pelos municípios para início da campanha de imunização foram definidas pelo Ministério da Saúde. O público-alvo foi definido porque foi apontado um agravamento maior da doença nessa faixa etária”, detalhou.

Cada frasco da Qdenga contém uma dose de 0,5ml. O número de doses destinadas a Goiânia é o mesmo de crianças entre 10 e 11 anos, conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, sendo 17.156 com 10 anos e 17.078 com 11 anos.

As doses estarão disponíveis nas 72 salas de vacinas do município das 8h às 17h. O imunizante não protege contra Chikungunya, Zika ou Febre Amarela.

Compartilhar em:

Notícias em alta