Hoje é 16 de abril de 2024 10:27
Hoje é 16 de abril de 2024 10:27

Radialista Edson Pessoa morre aos 61 anos em Goiânia

Ele teve uma parada cardíaca e não resistiu; informação foi confirmada pela Associação dos Cronistas Esportivos do Estado de Goiás
Edson Pessoa trabalhava atualmente como assessor parlamentar em Aparecida | Foto: Redes sociais

O radialista Edson Pessoa, de 61 anos, morreu em Goiânia nesta sexta-feira (1/9). Ele teve uma parada cardíaca e não resistiu. A informação foi confirmada pela Associação dos Cronistas Esportivos do Estado de Goiás (ACEEG).

Por meio de uma nota, a ACEEG, lamentou a morte do radialista, conhecido também pela forte atuação no jornalismo esportivo.

A trajetória de Edson Pessoa no rádio começou em janeiro de 1983, na Rádio Primavera de Itapuranga. Ao longo de 40 anos de carreira pessou por veículos como a Rádio Jornal, Brasil Central, Bandeirantes e outras.

Edson também foi vereador em Itapuranga e chegou à presidência da Câmara Municipal da cidade. Além disso, foi assessor parlamentar em Aparecida, cargo que exercia atualmente. 

“A morte deste grande profissional deixa  a crônica esportiva e a política de Goiás enlutadas. Edson Pessoa deixa uma grande lacuna na comunicação esportiva de Goiás. Viemos, por meio do nosso presidente, prestar sua solidariedade aos familiares, amigos e a  todos os cronistas  esportivos”, diz a nota da ACEEG.

Em nota, a Câmara Municipal de Aparecida de Goiânia lamentou a morte do radialista.

“É com grande pesar que a Câmara Municipal de Aparecida de Goiânia comunica o falecimento do radialista, cronista esportivo e ex-vereador de Itapuranga Edson Pessoa”.

“Um ser humano do bem, que através da Rádio Bandeirantes 820AM, levava aos seus ouvintes notícias de Aparecida, cidade que adotou para viver, sempre com muito carinho e respeito. Nossos sentimentos aos familiares e amigos”, diz outro trecho da nota da Câmara.

“É com profunda tristeza que recebi a notícia do falecimento de Edson Pessoa, um dos principais radialistas de Goiás. Sua partida deixa uma lacuna imensa no mundo do rádio e do jornalismo esportivo”, disse o prefeito de Aparecida Vilmar Mariano.

“Edson foi um pioneiro do rádio e um dos mais respeitados cronistas esportivos, cuja voz e análises eram apreciadas por gerações de ouvintes. Neste momento de luto, expresso minhas condolências à família e aos amigos. Sua contribuição para o cenário esportivo e radiofônico de Goiás jamais será esquecida, é seu legado viverá através das memórias e histórias que compartilhou com todos nós. Que ele descanse em paz”, concluiu Vilmar Mariano.

Compartilhar em:

Notícias em alta