Hoje é 20 de abril de 2024 14:37
Hoje é 20 de abril de 2024 14:37

Primo do governador Ronaldo Caiado morre em acidente com quadriciclo no Maranhão 

Esposa dele, que estava na garupa do veículo, ficou ferida e foi socorrida consciente; acidente aconteceu em Atins, povoado de Barreirinhas
Paulo Vitor da Rocha Lima Spenciere, de 32 anos, primo de Ronaldo Caiado, morreu nesta terça-feira | Foto: Reprodução

O empresário Paulo Vitor da Rocha Lima Spenciere, de 32 anos, que morreu nesta terça-feira (8/8), era primo do governador de Goiás, Ronaldo Caiado (UB). O acidente aconteceu em Atins, povoado de Barreirinhas (MA).

De acordo com informações da imprensa local, Paulo fazia um passeio de quadriciclo com a esposa Andressa Fernandes Marques Spenciere, também de 32 anos, e um grupo de amigos quando perdeu o controle do veículo e o capotou nas dunas do povoado.

Ele foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA), mas não resistiu aos ferimentos e morreu. A esposa, que estava na garupa do veiculo, ficou ferida e foi socorrida consciente.

Segundo a corporação, ela foi encaminhada para um hospital da região com lesões na coluna cervical, fratura em coluna torácica e fratura em membro superior esquerdo.

Em seguida, foi levada para a capital São Luís no helicóptero do Centro Tático Aéreo (CTA), que transportou, também, o corpo do empresário Paulo Vitor.

A vítima era natural de Goiânia e filho de Elaine Caiado Rocha Lima, prima de Ronaldo Caiado. Após saber do ocorrido, o governador do Maranhão, Carlos Brandão (PSB), ligou para Caiado, prestou solidariedade e informou que daria apoio na transferência de Andressa Fernandes para um hospital de São Luís e no traslado do corpo de Paulo Vitor para Goiânia, onde a família dele mora.

O Centro Tático Aéreo realizou o translado do corpo para São Luís, que foi levado para o Instituto Médico Legal (IML). O corpo foi liberado às 4h20 desta quarta-feira (9) e já está em Goiás.

Por meio de nota, o governador Ronaldo Caiado disse que é “uma partida que nos causa profunda tristeza e pela qual presto meus sentimentos à esposa, amigos e demais familiares, em especial à minha prima Elaine Caiado Rocha Lima e seu esposo, Marcos Spenciere, pais do Paulo Vitor. Rogo a Deus consolo a cada um diante dessa dor imensurável”.

Paulo Vitor era engenheiro civil e atuava no ramo imobiliário e também trabalhava como planejador financeiro. Ele morava em São Paulo com a esposa.

Até o fechamento desta matéria, não haviam sido divulgadas informações sobre velório e enterro.

Compartilhar em:

Notícias em alta