Hoje é 16 de abril de 2024 10:51
Hoje é 16 de abril de 2024 10:51

Previsão do tempo para Goiás é de calor e baixa umidade nesta semana

Centro de Informações Meteorológicas e Hidrológicas do Estado de Goiás informa que o Sol será predominante em praticamente todas as regiões, com a temperatura máxima podendo chegar a 32ºC
Temperaturas podem chegar a 43ºC no mês de agosto em Goiás | Foto: Portal Notícias Goiás

O boletim do Centro de Informações Meteorológicas e Hidrológicas do Estado de Goiás (Cimehgo) aponta que a previsão do tempo em Goiás para esta segunda-feira (14/8), é de altas temperaturas e baixa umidade do ar. O documento mostra que o Sol será predominante em praticamente todas as regiões, com a temperatura máxima podendo chegar a 32ºC.

De acordo com o Cimehgo, o clima seco deve ser sentido mais para o final do dia, quando a umidade do ar entrará em declínio. Ainda, segundo o Cimehgo, o Estado registrou índices menores que 20%, o que coloca Goiás em estado de alerta.

Diante dessas condições, a Organização Mundial da Saúde (OMS), alerta para o risco de doenças respiratórias e crises hipertensivas.

Além disso, também é importante destacar que Goiânia pode chegar a 32 Cº com umidade mínima de 18%.

As condições climáticas apontam ainda para um aumento do risco de incêndios em todas as regiões.

Temperaturas podem chegar a 43ºC no mês de agosto

O Cimehgo também informou que a temperatura em Goiás pode chegar a 43ºC neste mês.De acordo com o gerente do Centro, André Amorim, algumas localidades do estado podem chegar a essa temperatura nesta semana.

As regiões com maior probabilidade de atingirem essa temperatura são a norte e a oeste, em municípios como Porangatu, Aragarças, Minaçu e São Miguel do Araguaia.

A umidade, por outro lado, anda sentido contrário a temperatura. Enquanto os termômetros podem subir a níveis elevados, a umidade pode chegar a 12%.

“No caso do nosso Cerrado, a umidade relativa do ar anda na contramão da temperatura. Quanto maior a temperatura, menor a umidade”, explicou André Amorim.

Ainda, de acordo com o gerente, o aumento da temperatura tem influência do fenômeno El Niño, uma vez que ele “esquenta” as águas do Oceano Pacífico Equatorial.

“Vai voltar a chover no sul do país e na parte centro-norte do país fica mais seco. O El Niño favorece uma área que estava muito ruim e desfavorece para nós, deixando mais seco”, completou.

Com o aumento de temperaturas e a redução da umidade, ele pontua que a possibilidade de chuva neste período é bem remota, tendo uma pequena chance de chuva na parte oeste e sul do estado, em cidades como Jataí, Rio Verde, Mineiros e Itumbiara.

Compartilhar em:

Notícias em alta