Hoje é 16 de abril de 2024 11:43
Hoje é 16 de abril de 2024 11:44

Prefeito de Hidrolândia defende nome de Caiado em 2026: ‘Está preparado para ser o próximo presidente do Brasil’

Na opinião de José Délio Jr., governador goiano tem a seu favor a vasta experiência como congressista, já que foi várias vezes eleito deputado federal e senador, e realizações desde quanto assumiu o Governo estadual
José Délio Jr., prefeito de Hidrolândia: “Acima de tudo, Ronaldo Caiado já é experimentado nas urnas, é conhecido e tem como fazer um debate nacional em qualquer emissora” // Foto: Arquivo

Durante participação no PODCAST BATE-PAPO NG, o prefeito de Hidrolândia, José Délio Jr., demonstrou entusiasmo com a possibilidade de candidatura do governador Ronaldo Caiado (União Brasil) a presidente da República, em 2026. Essa especulação tomou força principalmente após a posição firme de Caiado contrária a pontos-chaves da reforma tributária, aprovada na Câmara dos Deputados e em tramitação no Senado.

“Vou dizer para o povo goiano e todos os brasileiros: o governador Ronaldo Caiado está preparado para ser o próximo presidente do Brasil”, afirma, citando programas desenvolvidos pelo governador goiano desde que assumiu o primeiro mandato, em janeiro de 2019.

“O único estado a lançar casa a custo zero é Goiás, o estado mais seguro do país é Goiás, o estado que cresceu acima da média nacional é Goiás, o estado onde não tem marca de corrupção em governo é Goiás, um estado que está fomentando as rodovias transformando a vida dos goianos da zona rural, Goiás; um estado inovador que realmente tem feito a diferença nesses programas sociais como Mães de Goiás, como o Aluguel Social…”, afirma.

Na opinião do correligionário, Caiado também tem a seu favor a vasta experiência como congressista, já que foi várias vezes eleito deputado federal e senador.

“É um governo realizador que tem como mostrar para fora como se faz gestão, com seriedade honestidade e, acima de tudo, Ronaldo Caiado já é experimentado nas urnas, é conhecido e tem como fazer um debate nacional em qualquer emissora”, completa.

Compartilhar em:

Notícias em alta