Hoje é 16 de abril de 2024 12:08
Hoje é 16 de abril de 2024 12:08

Polícia prende duas pessoas que causaram prejuízo estimado de R$ 60 mil com golpe do falso pix

De acordo com a PM, o casal realizou compras no valor R$ 2,5 mil em uma farmácia e consumiu R$ 550 em bebidas em um bar e restaurante; na hora de acertar eles utilizaram o golpe do falso pagamento
Segundo informações da polícia, a mulher é professora licenciada e homem atua como autônomo | Foto: Divulgação/PM

A Polícia Militar prendeu em flagrante um casal suspeito de aplicar o golpe do falso pix em vários estabelecimentos comerciais de Goiânia. Segundo os policiais, eles usaram até um bebê, recém-nascido, para cometer os crimes. As prisões aconteceram na tarde de sábado (9/9) no setor Central da capital.

De acordo com a PM, os crimes estavam sendo praticados há cinco meses na capital e o casal pretendia fugir para Minas Gerais com medo de serem presos após imagens deles serem veiculadas na internet.

Além disso, a PM informou que o casal realizou compras no valor R$ 2,5 mil em uma farmácia e consumiu R$ 550 em bebidas em um bar e restaurante. Na hora do pagamento, eles aplicaram o golpe do falso pix.

Ainda, segundo informações da polícia, a mulher é professora licenciada e homem atua como autônomo. O tipo de comércio em que o homem trabalha não foi divulgado pela PM.

A polícia informou que o casal já possui vários registros criminais, mas não detalhou os crimes. A estimativa é que eles tenham causado um prejuízo de R$ 60 mil a comerciantes de Goiânia.

Se indiciados e condenados, eles podem responder pelo crime de estelionato. O Conselho tutelar foi chamado para recolher a criança de dois meses. O casal foi levado para a Central de Flagrantes.

Os nomes dos estabelecimentos comerciais que sofreram prejuízos não foram revelados pela Polícia Militar. A identidade do casal também não foi divulgada, por isso não foi possível localizar a defesa.

Compartilhar em:

Notícias em alta