Hoje é 18 de abril de 2024 13:37
Hoje é 18 de abril de 2024 13:37

Polícia Civil cumpre 24 mandados de prisão em Goiânia, Anápolis, Crixás e Corumbá 

Segundo a polícia, o esquema utilizado pelo grupo criminoso permitia que cartões de crédito de um banco digital fossem usados repetidamente em máquinas de compras
Polícia estima que o grupo tenha causado um prejuízo de aproximadamente R$ 47 milhões à instituição bancária | Fotos: Divulgação/PC

A Polícia Civil de Goiás cumpriu, nesta terça-feira (29/8), 24 mandados de prisão preventiva e 41 de busca e apreensão contra um grupo criminoso especializado em estelionato e lavagem de dinheiro. A Operação Crédito Reverso também tem como objetivo o sequestro de R$ 47 milhões.

Os mandados de prisão foram cumpridos em Goiânia, Anápolis, Crixás e Corumbá. No total, 136 policiais participaram da operação. 

De acordo com a PC, após meses de investigação os agentes descobriram que os envolvidos estavam em Goiânia e Anápolis.

Ainda, segundo a polícia, o esquema utilizado pelo grupo permitia que cartões de crédito de um banco digital fossem usados repetidamente em máquinas de compras. 

A estratégia dos criminosos envolvia a solicitação de diversos cartões da instituição financeira em seus próprios nomes, bem como em nomes de laranjas. 

Além disso, o grupo requisitava máquinas de cartões da empresa adquirente, também em nome de laranjas, empresas fantasmas ou mesmo empresas cooptadas.

Dessa forma, os criminosos simulavam compras usando os cartões obtidos nas máquinas adquiridas. Em seguida, solicitavam o adiantamento dos pagamentos e, posteriormente, empregavam métodos para lavar o dinheiro proveniente dessas atividades ilegais. 

A polícia estima que o grupo tenha causado um prejuízo de aproximadamente R$ 47 milhões à instituição bancária.

Os nomes dos envolvidos e a instituição bancária prejudicada não foram divulgados pela PC até o fechamento desta matéria. 

Compartilhar em:

Notícias em alta