Hoje é 21 de maio de 2024 06:48
Hoje é 21 de maio de 2024 06:48

Número de mortes no Rio Grande do Sul sobe para 143, diz Defesa Civil

Monitoramento hidrológico revela ainda que neste domingo, em função da chuva volumosa, todos os grandes rios do estado apresentam tendência de elevação
No total, as enchentes afetaram 2,1 milhões de pessoas no estado, sendo que 537.380 encontram-se desalojadas; mais de 76 mil pessoas foram resgatadas com vida // Fotos: Agência Brasil/Reprodução

O último boletim emitido pela Defesa Civil do Rio Grande do Sul, divulgado neste domingo às 9 horas (12/5), revela um aumento no trágico saldo das recentes enchentes que assolaram o estado. O número de mortes confirmadas subiu para 143, enquanto 125 pessoas permanecem desaparecidas.

O impacto das enchentes é vasto: 2.115.704 pessoas foram afetadas no total, com 537.380 desalojadas e 81.170 buscando abrigo em centros de acolhimento. Os feridos somam 806.

O esforço de resgate também é notável. O mutirão formado por profissionais e voluntários de todo o país já salvou 76.399 pessoas e 10.555 animais. As equipes envolvidas contam com 27.589 pessoas, apoiadas por 4.398 viaturas, 41 aeronaves e 340 embarcações.

A população é orientada a verificar se seus nomes constam na lista de desaparecidos. Em caso afirmativo, devem procurar a Delegacia de Polícia Civil mais próxima para regularização dos dados e retirada do nome da lista.

Com o objetivo de aumentar o nível de prevenção, recomenda-se que as pessoas se cadastrem para receber os alertas meteorológicos da Defesa Civil estadual. Para isso, é necessário enviar o Código de Endereçamento Postal (CEP) da localidade por SMS para o número 40199. Em seguida, uma confirmação é enviada, tornando o número disponível para receber as informações sempre que elas forem divulgadas.

De acordo com a Secretaria de Comunicação do governo gaúcho (Secom), também é possível efetuar o cadastramento via aplicativo Whatsapp, registrando-se pelo telefone (61) 2034-4611 ou neste link. “Em seguida, é preciso interagir com o robô de atendimento enviando um simples ‘Oi’. Após a primeira interação, o usuário pode compartilhar sua localização atual ou qualquer outra do seu interesse para, dessa forma, receber as mensagens que serão encaminhadas pela Defesa Civil estadual”, informou a Secom.

Guaíba volta a subir e pode passar dos 5 metros

O Rio Guaíba voltou a apresentar elevação dos níveis neste domingo (12), com expectativa de superar valores acima de cinco metros, conforme a chegada da vazão pelos rios contribuintes e a atuação dos ventos. A Lagoa dos Patos, com 265 quilômetros de comprimento, 60 quilômetros de largura, se encontra também em níveis bem elevados e com tendências de aumento significativo nos pontos monitorados das regiões costeiras. A informação é da Sala de Situação do Rio Grande do Sul.

Volumes significativos de precipitação foram registrados nas últimas 24 horas no centro de Porto Alegre, região metropolitana e na Serra, com valores chegando aos 120 milímetros (mm) pontualmente nos Vales.

Em função da chuva volumosa, todos os grandes rios do estado apresentam tendência de elevação, com subidas rápidas em cotas de inundação nas bacias dos rios Caí e Taquari e também no Jacuí. As cidades situadas no delta, ou seja, no terreno de configuração triangular disposto na embocadura de um rio, das respectivas bacias ainda estão em cotas de alerta ou inundação.

O monitoramento hidrológico revela ainda que nos rios Gravataí e Sinos continua o represamento das águas na confluência com o delta do Jacuí com o Guaíba, com a manutenção dos níveis ainda elevados e retorno da elevação. Já no baixo rio Uruguai, observa-se estabilidade e declínio a partir de São Borja. (Com informações da Agência Brasil)

Compartilhar em:

Notícias em alta