Hoje é 18 de abril de 2024 14:39
Hoje é 18 de abril de 2024 14:39

Mendanha descarta candidatura a vereador e, em Goiânia, seguirá orientação de Caiado

Ex-prefeito de Aparecida de Goiânia aparece bem em pesquisas de intenção de votos na Capital, mas candidatura a prefeito depende de anuência do Tribunal Superior Eleitoral, por ter sido eleito prefeito nas duas últimas eleições em Aparecida
Gustavo Mendanha: “Ainda vamos conversar com o governador, para tomar uma decisão [sobre definição de apoio ao pré-candidato Bruno Peixoto, do mesmo partido de Caiado]” // Foto: Rodrigo Estrela

Enquanto aguarda um posicionamento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre a viabilidade de candidatura sua a prefeito de Goiânia, Gustavo Mendanha já decidiu que não disputa outro cargo na eleição municipal de 2024, quando serão eleitos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores. Ele falou nesta quinta-feira (14/9) com a reportagem do PORTAL NG, durante participação no evento de repasse de ginásios esportivos do Governo estadual para a prefeitura de Aparecida de Goiânia.

Ao repórter Vinícius Portugal, Mendanha demonstrou que muita articulação ainda vai acontecer, até o afunilamento de nomes, mas deixou claro que não trabalha com a possibilidade de sair candidato a vereador. E lembrou que qualquer definição, inclusive sobre apoio dele a algum candidato em Goiânia, dependerá de conversas com o governador Ronaldo Caiado (União), uma vez que o vice-governador, Daniel Vilela, é presidente do MDB e, evidentemente, os dois partidos devem marchar unidos onde for possível, para evitar racha na base governista.

“Ainda vamos conversar com o governador, para tomar uma decisão [sobre definição de apoio ao pré-candidato Bruno Peixoto, do mesmo partido de Caiado]. Agora, vereador, claro, eu não vou ser”, disse Gustavo Mendanha, que no ano passado foi o principal adversário de Caiado na disputa pelo Governo estadual.

O ex-prefeito de Aparecida de Goiânia, que se refiliará ao MDB em breve, é bem colocado em pesquisas de intenção de voto em Goiânia e tem interesse em candidatar-se a prefeito da capital em 2024. Mas depende de anuência da Justiça Eleitoral, já que ele está impedido de concorrer a prefeito, por ter sido eleito duas vezes seguidas em Aparecida. Caso obtenha sucesso no TSE, Mendanha recoloca o MDB na disputa pela prefeitura da Capital. O partido elegeu Iris Rezende em 2004, 2008 e 2016. Em 2020, Iris desistiu de candidatar à reeleição e Maguito Vilela, também do MDB, foi eleito, com Rogério Cruz de vice.

Compartilhar em:

Notícias em alta