Hoje é 18 de abril de 2024 13:26
Hoje é 18 de abril de 2024 13:26

Integrantes de torcida do Goiás são alvo de operação policial em Goiânia e Aparecida

Polícia Civil, com apoio da PM e Ministério Público, cumpriu seis mandados de prisão e seis de busca e apreensão

A Polícia Civil prendeu, na manhã desta segunda-feira (22/5), seis integrantes de torcidas organizadas suspeitos de tentar matar rivais em Goiânia e em Aparecida de Goiânia. Também foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão.

Além disso, os policiais também apreenderam armas brancas e materiais ligados a torcida organizada.

De acordo com a PC, os crimes investigados são de tentativa de homicídio, ameaça e associação criminosa. 

Segundo o MPGO, as investigações tiveram início na noite do dia 1º de fevereiro deste ano, depois de uma partida entre Vila Nova e Grêmio Anápolis. 

Conforme a investigação, um ônibus que transportava torcedores do Vila Nova, ao entrar no Setor Buena Vista, foi parado por um grupo de integrantes da torcida organizada rival, chamada Força Jovem “Parque Oeste”.

Em seguida, segundo a polícia, o grupo da Força Jovem “Parque Oeste” atacou os passageiros com paus e pedras e até atirou contra um dos torcedores rivais. O tiro pegou de raspão na cabeça do torcedor, que recebeu atendimento em um hospital e foi liberado em seguida.

A Operação Emboscada, do Grupo Especial de Proteção ao Torcedor (Geprot), contou com a participação da Polícia Militar (PM) e Ministério Público de Goiás.

Até o fechamento desta matéria, as defesas dos suspeitos não haviam se manifestado sobre o caso.

Nem a Força Jovem Goiás, nem representantes do Goiás Esporte Clube se pronunciaram sobre a ação policial.

Compartilhar em:

Notícias em alta