Hoje é 16 de abril de 2024 11:52
Hoje é 16 de abril de 2024 11:52

Governo de Goiás entrega cartões do Aluguel Social para famílias de Aparecida de Goiânia

Ao todo, 300 beneficiários recebem R$ 350/mês por um período de 18 meses; 500 moradias populares também devem ser construídas na cidade
Vice-governador Daniel Vilela durante entrega de 313 cartões do programa Aluguel Social, em Aparecida de Goiânia | Foto: Jota Eurípedes

O Governo de Goiás entregou no final da última semana mais de 300 cartões do programa Aluguel Social em Aparecida de Goiânia. A solenidade aconteceu no Colégio Estadual da Polícia Militar do setor Colina Azul.

O vice-governador, Daniel Vilela, participou do evento e falou sobre os investimento que o estado tem feito no social. 

“Nós amparamos a população que mais precisa. O governador Ronaldo Caiado tem trabalhado para que os recursos que os goianos pagam em impostos retornem através de investimentos em áreas como saúde, educação, social e segurança pública”, afirma.

O vice-governador também lembrou que o valor de R$ 350 mensais repassados aos beneficiários do Aluguel Social perdura por 18 meses. 

“Paralelamente, o governo trabalha para capacitar e qualificar estas pessoas para que elas possam ter empregos, bons salários e assim, serem independentes financeiramente. 

Ainda segundo o presidente da Agência Goiana de Habitação (Agehab), Alexandre Baldy, antecipou que em breve o governo estadual deve investir na construção de 500 moradias populares na cidade. 

“Temos o mais completo conjunto de programas habitacionais do país”, celebrou.

O prefeito de Aparecida de Goiânia, Vilmar Mariano, participou da entrega e agradeceu as parcerias extraordinárias com o município. 

“Nós temos um compromisso muito forte com esta cidade; o governo estadual terá uma presença ainda maior por aqui”, assegurou Daniel Vilela.

A dona de casa Ludmila Viana Santos, 35, foi uma das contempladas pelo Aluguel Social em Aparecida de Goiânia. Ela mora com o marido no setor Parque das Nações. 

“Faz muita, muita diferença no nosso orçamento. O valor que a gente ia gastar com aluguel, agora vamos usar no supermercado”, comemorou. O programa atende cerca de 40 mil famílias em Goiás, abrangendo um número aproximado de 100 mil pessoas.

Compartilhar em:

Notícias em alta