Hoje é 19 de maio de 2024 01:29
Hoje é 19 de maio de 2024 01:29

Goiás registra 9 mortes por acidentes neste final de semana

A PRF informou que mais de 626 autuações foram feitas nas rodovias estaduais
Acidente entre motociclista e caminhoneiro na GO-139 em Marzagão. Foto: Reprodução

Segundo o boletim de segurança viária da Polícia Rodoviária Federal (PRF), 3 pessoas morreram em acidentes nas rodovias federais no último fim de semana, dias 6 e 7 de abril. Entretanto, este levantamento desconsidera os acontecimentos dentro dos municípios ou GOs do estado, o que faz com que o número de óbitos seja ainda maior.

Na GO-215 em Goianápolis, uma colisão entre dois carros deixou 6 pessoas mortas e 3 gravemente feridas na noite deste domingo (07). As vítimas voltavam de uma cavalgada quando bateram contra o outro veículo. Ambos os carros ficaram destruídos e a pista ficou tomada por destroços e óleo diesel.

Em Marzagão, um motociclista foi morto depois de se envolver em um acidente com um caminhão na GO-139. O caso aconteceu durante o sábado (06), o Corpo de Bombeiros Militar de Caldas Novas foi acionado, mas o homem de 53 anos, que estava em baixo do caminhão, já não apresentava mais sinais de vida.

Acidente envolvendo ônibus e moto em Goianésia. Foto: Reprodução

Ainda no sábado, uma colisão entre uma moto e um ônibus na GO-080, região de Goianésia, culminou no óbito do motociclista que ficou preso sob o veículo de grande porte. Quando as equipes do (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) SAMU chegaram ao local o homem de 38 anos havia falecido.

No domingo (07) em Anápolis, outro homem morreu vítima de um acidente com motocicleta. Ele dirigia pela Avenida Pedro Ludovico quando perdeu o controle do veículo e caiu. De acordo com informações preliminares, o motociclista era pai de um policial militar que estava em outro veículo.

Além disso, diversos outros acidentes foram registrados durante o fim de semana em Goiás, resultando em feridos e danos materiais. A PRF informou que foram realizadas 626 autuações por excesso de velocidade, ultrapassagens indevidas e falta de uso do cinto de segurança.

Compartilhar em:

Notícias em alta