Hoje é 16 de abril de 2024 10:58
Hoje é 16 de abril de 2024 10:58

Goiás alcança o terceiro lugar na produção de grãos do país, afirma o IBGE

Estado se destacou nas produções de soja, milho, sorgo, feijão, trigo e girassol; ranking é liderado pelo estado de Mato Grosso (30,6%) e Paraná (14,8%)
O Estado de Goiás é alcançou o terceiro lugar na produção de grãos do país com participação de 10,1% | Foto: Reprodução

O Estado de Goiás alcançou o terceiro lugar na produção de grãos do país com participação de 10,1%. De acordo com o estudo publicado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), na quarta-feira  (6/9), a posição no ranking foi alcançada após o estado ultrapassar o Rio Grande do Sul.

O ranking é liderado pelo estado de Mato Grosso (30,6%) e, em seguida, Paraná (14,8%). A região Centro-Oeste (49,8%) também é a região do país com maior participação na produção de grãos. Ela é seguida pelas regiões Sul (26,6%), Sudeste (9,7%), Nordeste (8,7%) e Norte (5,2%).

Além disso, o estudo do IBGE estimou que, em agosto de 2023, a produção goiana de cereais, leguminosas e oleaginosas foi de 31,55 milhões de toneladas, com aumento de 15,7% em relação à safra de 2022, que chegou a 27,30 milhões de toneladas.

Tipos de grãos que contribuíram para a estimativa:

– Soja: 15,90 milhões de toneladas, valor 5,6% superior à safra 2022;

– Milho (2ª safra): 12,26 milhões de toneladas, aumento de 35,2% em relação à safra 2022;

– Sorgo: 1,24 milhão de toneladas, produção 21,3% maior que a safra anterior;

– Feijão (3ª safra): 209,1mil toneladas, crescimento de 13,3% em relação a 2022;

– Trigo: 115,9 mil toneladas, alta de 28,2% na comparação com a safra anterior;

– Girassol: 48,5 mil toneladas, produção 18,1% superior a safra 2022.

A produção de milho 2ª safra em Goiás, por exemplo, que foi de 12,26 milhões de toneladas em agosto deste ano, corresponde a 38,9% de toda a produção de grãos do estado, representando um aumento de 5,6 pontos percentuais em relação à participação de 2022, correspondia a 33,2% da produção total.

Já a soja teve participação de 50,4% da produção de grãos goiana, mostrando uma redução em relação a 2022. Na época, o produto correspondia a 55,2% do total.

A estimativa da área plantada na safra 2023 também teve aumento (6,2%) em relação a produção de 2022. Este ano, os números atingiram o valor de 7,94 milhões de hectares.

Compartilhar em:

Notícias em alta