Hoje é 16 de abril de 2024 11:56
Hoje é 16 de abril de 2024 11:56

Gestão do prefeito Rogério investe R$ 200 milhões em obras de drenagem urbana

Ações da prefeitura vão resolver problemas históricos de alagamento em Goiânia, para beneficiar as próximas gerações com o Plano Diretor de Drenagem Urbana, que está em fase de elaboração pela Universidade Federal de Goiás
Prefeitura de Goiânia investe em obras de drenagem: “Plano traz solução para Goiânia nos próximos 10, 15, 20 anos; enquanto isso, a prefeitura já está trabalhando em soluções para mais de 11 pontos de alagamento”, afirma prefeito Rogério // Fotos: Secom

Em dois anos de gestão, o prefeito Rogério Cruz, em cumprimento das diretrizes traçadas no plano de governo, já investiu R$ 200 milhões em obras de drenagem em todas as regiões da Capital. Além disso, decidiu investir em obras para conter alagamentos de vias no período chuvoso, um problema crônico que a cidade enfrenta no longo período chuvoso, que vai de outubro a março.

Para resolver de vez esse problema, Rogério Cruz assinou protocolo de intenções com a Universidade Federal de Goiás (UFG), no início de 2023, para elaboração do Plano Diretor de Drenagem Urbana (PDDU), que criará bases para políticas públicas do município relacionadas ao setor, que deverá ser concluído em até 24 meses.

“Vamos fazer esse plano para que tenhamos solução para Goiânia nos próximos 10, 15, 20 anos. A UFG já vem realizando um estudo aprofundado com um corpo técnico que conhece a cidade. Mas, enquanto isso, a prefeitura já está trabalhando em soluções para mais de 11 pontos de alagamento”, afirma Rogério Cruz.

O prefeito destaca que tais obras “são extremamente necessárias para a cidade, ainda que intervenções subterrâneas não sejam tão lembradas pela população”.

“Nosso compromisso é com a cidade, com as pessoas, é com Goiânia”, pontua.

“Buscamos a expertise da UFG para elaborar o Plano Diretor, que vai além do imediatismo. Pela primeira vez, Goiânia terá um planejamento que abrangerá toda a cidade, com sistema de drenagem moderno, eficiente e eficaz na solução dos alagamentos para as próximas gerações”, pontua Rogério Cruz.

Ações já chegaram a 70 pontos de alagamentos

O titular da Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana (Seinfra), Denes Pereira, destaca a determinação do prefeito Rogério em investir na drenagem de pontos de alagamento, enfatizando que “serviços nessa área foram negligenciados por gestões anteriores”.

De um total de 99 pontos monitorados e mapeados, em parceria com a Defesa Civil, ele afirma que a prefeitura já realizou intervenções em mais de 70 deles. Os serviços contemplam, por exemplo, bairros como Jardim América, Setor Amim Camargo, Paulo Pacheco, Chácara São Joaquim, Solar Ville, Bairro Feliz, Parque Oeste Industrial, Bairro Goiá, Recanto do Bosque e Balneário Meia Ponte.

Em outra frente, a prefeitura avança nas obras de drenagem e pavimentação da Avenida H, no Jardim Goiás, com investimento estimado em quase R$ 5 milhões. No total, serão construídos 2,155 mil metros lineares de galerias de águas pluviais e 6,8 mil metros quadrados de asfalto.

UFG traz soluções tecnológicas, científicas e inovadoras’

Constituído para estabelecer diretrizes para políticas públicas do município de Goiânia relacionadas à drenagem urbana, o Plano Diretor de Drenagem Urbana (PDDU) busca resolver desafios para os próximos 20 anos. O protocolo de intenções com a Universidade Federal de Goiás, para elaboração do PDDU, foi assinado no dia 27 de fevereiro de 2023, em cerimônia no Paço Municipal.

Reitora da UFG, Angelita Pereira de Lima destaca que participar ativamente de um projeto dessa envergadura faz parte da visão institucional da entidade e está dentro das suas missões.

“A UFG está nesse projeto porque desenvolve soluções tecnológicas, científicas e inovadoras, e hoje possui o único laboratório do Brasil que realiza estudos multidisciplinares articulados em hidrologia e geotecnia”, afirma.

Compartilhar em:

Notícias em alta