Hoje é 16 de abril de 2024 11:41
Hoje é 16 de abril de 2024 11:41

Estudante de 14 anos é esfaqueada durante briga dentro de escola em Goiânia 

Caso aconteceu na manhã desta terça-feira e será investigado pela Delegacia de Polícia de Apuração de Atos Infracionais; Seduc informou que a adolescente não teve ferimentos graves
Estudante é esfaqueada dentro do Colégio de Ensino em Período Integral (CEPI) Professor Genesco Ferreira Bretas, em Goiânia | Foto: Reprodução

Uma estudante de 14 anos foi esfaqueada na manhã desta terça-feira (19/9) dentro do Colégio de Ensino em Período Integral (CEPI) Professor Genesco Ferreira Bretas, localizado no Residencial Recanto do Bosque, em Goiânia. O Corpo de Bombeiros foi chamado por volta das 9h20.

Em nota, a Secretaria de Estado da Educação de Goiás (Seduc), informou que a direção da escola disse que uma estudante esfaqueou a outra durante uma briga.

De acordo com os bombeiros, ao chegarem no local, a adolescente estava na sala da direção com um corte nas costas. Ela estava consciente, com sinais vitais normais e, após um curativo, foi levada para o Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol).

Ainda, segundo a Seduc, a estudante não teve ferimentos graves. A pasta também informou que as duas estudantes envolvidas na briga tinham desavenças e que, inclusive, o pai de uma delas estava na escola no momento da briga. 

A secretaria também destacou que a escola tem protocolos de segurança e trabalhos para promover o bem-estar dos alunos.

“A Seduc/GO reitera que todas as escolas públicas estaduais contam com mecanismos que contribuam para a segurança, como detectores de metais, além de capacitação de servidores para o melhor encaminhamento das situações de conflitos”, diz um trecho da nota.

“A Secretaria da Educação destaca, ainda, todos os esforços no sentido de fortalecer as ações que promovam o bem-estar, a boa convivência e a promoção da paz nas escolas e comunidades em que estão inseridas”, finalizou a pasta.

O nome da estudante não foi divulgado, por isso não foi possível verificar sobre o estado de saúde dela. O nome da outra adolescente envolvida na briga também não foi divulgado. 

O caso será investigado pela Delegacia de Polícia de Apuração de Atos Infracionais (Depai).

Compartilhar em:

Notícias em alta