Hoje é 20 de abril de 2024 13:54
Hoje é 20 de abril de 2024 13:54

Detran inicia as atividades da Semana Nacional de Trânsito 2023

Ações educativas e de fiscalização são intensificadas com o intuito de sensibilizar a população para necessidade do compartilhamento seguro das vias e reduzir o número de acidentes no trânsito
os Educadores de trânsito promoveram uma blitz nas faixas de pedestres em frente ao Detran-GO | Foto: Detran

O Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran-GO) realizou, na manhã desta segunda-feira (18/9), a abertura da Semana Nacional de Trânsito 2023 que tem como tema “No trânsito, escolha a vida”. Até o dia 25 de setembro, o órgão vai intersificar as campanhas educativas e ações de fiscalização para tentar reduzir o número de acidentes no trânsito.

De acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública, os acidentes automobilísticos estão entre as principais causas de mortes e de internações no país. Em Goiás, apesar dos avanços, os números ainda são preocupantes.

Segundo o presidentedo Detran, delegado Waldir, mesmo com a redução do número de mortes, ainda é intolerante a quantidade de pessoas que faleceram vítimas de acidentes no trânsito.

Dados do Detran mostram que, de janeiro a agosto, o número de mortes, caiu de 1.039, em 2022, para 975, em 2023. Já em relação ao número de acidentes, o registro é de aumento, de 63.445, em 2022, para 66.127, em 2023.

“O Detran vem fazendo um trabalho educativo nas emissoras de TV, rádio, estamos indo nas escolas, fazendo a integração da Polícia Militar, da GCM, das agências de trânsito, da Polícia Rodoviária Federal, da Delegacia de Trânsito, é um trabalho conjunto”, destacou o delegado Waldir.

“Além disso, o Detran tem investido muito na sinalização de trânsito da cidade para tentar reduzir o número de mortes. A gente quer pedir ao cidadão que, por favor, obedeça a sinalização. Nós temos visto que a grande quantidade de acidentes acontecem pela desobediência a sinalização”, pontuou o presidente do Detran.

Outra questão abordada pelo delegado Waldir é sobre o número de pessoas embrigadas ao volante.

“Goiás bate recorde proporcionalmente ao Estado que faz a maior quantidade de retenção de veículos e autuações de motoristas embriagados ao volante”, disse.

O subsecretário de Segurança Pública, Deusny Filho, ressaltou a importância do trabalho desenvolvido pelo Detran-GO e o quanto o trânsito é um assunto transversal na vida do cidadão.

Logo após a abertura, os educadores de trânsito do Detran-GO, a Guarda Civil Metropolitana e a Associação dos Acidentados (Aciteg) promoveram uma blitz nas faixas de pedestres em frente ao Detran-GO. A ação buscou orientar condutores sobre a necessidade de respeito às leis de trânsito e reforçar junto aos pedestres informações sobre a travessia segura.

Jhon Wesley Rodrigues Souza, de 31 anos, é servidor público, e está entre as vítimas de acidentes de trânsito. Há 11 anos ele está cadeirante após um motorista não respeitar o pare e estar embrigado.

“É muito importante a conscientização das pessoas sobre a importância de dirigir com responsabilidade. Eu sou uma vítima de acidente de trânsito, estou cadeirante há 11 anos e assim para que muitas pessoas não venha a ficar como eu estou, é importante essa conscientização. A responsabilidade atrás do volante”, desabafa Jhon Souza.

O servidor público também ressaltou a importância da empatia e do respeito no trânsito.

“Eu quero dizer para as pessoas que tragam mais paz ao trânsito, tenham mais empatia, se coloque no lugar do outro, seja educado, gentil com os pedestres e outros motoristas. Evitem brigar no trânsito e respeitem as regras, que é o mais importante”, finalizou Jhon Souza.

Ao longo de toda a semana, serão desenvolvidas atividades conjuntas com a Guarda Civil Metropolitana e Polícia Militar. Durante o encerramento, no dia 25 de setembro, haverá um apitaço em quatro locais simultaneamente, com o objetivo de chamar a atenção da sociedade para a necessidade de mudança de postura no trânsito. Essa ação contará com a participação da Guarda Civil Mirim de Goiânia.

Campanhas

Durante a abertura da Semana Nacional de Trânsito também foram apresentados os vídeos das campanhas publicitárias de educação de trânsito. A proposta é dar visibilidade à discussão sobre a necessidade da construção de um trânsito mais seguro, chamando a sociedade para abraçar a causa da redução de sinistros automobilísticos.

Entre as peças publicitárias há um videocase que discute a problemática da combinação de álcool e direção. O videocase “Álcool e direção: quem paga a conta” mostra que a consequência da combinação é desastrosa. Pesquisas apontam que por ano cerca de 10 mil pessoas morrem em acidentes provocados por condutores alcoolizados.

Compartilhar em:

Notícias em alta