Hoje é 20 de abril de 2024 14:50
Hoje é 20 de abril de 2024 14:50

Caiado defende aprofundamento de debate sobre segurança e atuação integrada da polícia

Em entrevista concedida ao portal UOL, nesta segunda-feira, governador deu detalhes sobre atuação conjunta das polícias nas fronteiras de Goiás e troca de informações entre estados
Governador Ronaldo Caiado fala ao portal de notícias UOL: “Temos uma polícia sem fronteira, que age imediatamente e de forma conjunta, não dando tempo para que as pessoas se sintam inseguras” // Fotos: Hegon Correa

Em entrevista concedida nesta segunda-feira (2/10) ao portal de notícias UOL, o governador Ronaldo Caiado voltou a defender Caiado voltou a defender o aprofundamento do debate nacional sobre segurança pública e a atuação integrada entre governos. O governador goiano defende a atuação das forças de segurança nas fronteiras do estado.

“Nossas tropas não têm divisa. Temos uma polícia sem fronteira, que age imediatamente e de forma conjunta, não dando tempo para que as pessoas se sintam inseguras”, afirmou.

“É um assunto que todo mundo vê, mas ninguém quer assumir. Ninguém quer debater. Todo mundo faz as pregações à distância, dá aula nas entrevistas, mas não tem a coragem de enfrentar no dia a dia”, disse.

Utilizando medidas aplicadas em Goiás como exemplo, destacou que a troca de informações com Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins e Distrito Federal é fundamental para combater o narcotráfico e a violência. Da mesma forma, Caiado lembrou que a parceria entre as polícias Civil, Penal e Militar com a Polícia Rodoviária Federal e Polícia Federal explica os bons resultados obtidos na área.

“Goiás possui menores valores de seguro de carro e de transporte de carga, por exemplo. Ao mesmo tempo, não existe um palmo em que a nossa polícia não ande. Não há um bairro, uma rua que seja de domínio de facções. Não há registro de assalto a banco”, frisou.

Só existe uma forma de pensar num Brasil que dê certo, investindo na educação’

Outro tema abordado no programa UOL Entrevista foi a relação entre Estado e governo federal. Caiado defendeu ponto de equilíbrio: “Os extremismos não resolvem os problemas dos cidadãos. Pois o que importa de verdade é que o goiano possa sair de casa sem medo de ser assaltado, que tenha atendimento nos hospitais, educação de qualidade”.

Para o governador, nenhuma pauta política pode sobrepor à necessidade de investir em ensino de qualidade e formação técnica dos jovens.

“Só existe uma forma de pensar num Brasil que dê certo no futuro, que é investindo na educação. A hora é essa: de incentivo aos talentos, às vocações. De educação. É isso que trará resultados hoje e em dez anos também. Essa é a pauta”, finalizou.

Compartilhar em:

Notícias em alta