Hoje é 16 de abril de 2024 11:05
Hoje é 16 de abril de 2024 11:05

Após cobrança do prefeito Leonardo Menezes, Agehab libera convênio de R$ 9 milhões do Residencial Hermínio Lopes

Ao anunciar a assinatura do convênio, presidente da Agência Goiana de Habitação, Alexandre Baldy, informou aumento do subsídio dado pelo Governo estadual de R$ 15 mil para R$ 45 mil por imóvel e destacou importância da parceria com a prefeitura
Em entrevista à Rádio Vera Cruz, presidente da Agehab observou que as prefeituras são fundamentais para executar os programas habitacionais e agradeceu ao prefeito Leonardo Menezes por tomar as providências que garantiram o convênio com o Residencial Hermínio Lopes // Foto: Divulgação

Após cobrança do prefeito de Goianésia, Leonardo Menezes, a Agência Goiana de Habitação (Agehab) liberou recursos no montante de R$ 9 milhões referente ao convênio do Residencial Hermínio Lopes. O programa habitacional do município vai contemplar 600 famílias e estava travado devido à não liberação do convênio entre a Agehab e a prefeitura de Goianésia.

Em entrevista recente à Rádio Vera Cruz, o prefeito Leonardo Menezes havia cobrado agilidade por parte do Governo do estado, por meio da Agehab, pois a construção das casas já começou, mas o aporte financeiro vindo do convênio estadual ainda não estava liberado.

Após diversas tratativas junto ao órgão, o prefeito recebeu na noite de quinta-feira (28/9), do presidente da Agehab, Alexandre Baldy, o contrato do convênio, que libera R$ 45 mil por residência, nesta primeira etapa, para a construção de 200 casas, totalizando R$ 9 milhões.

Após convênio publicado no Diário Oficial, o presidente da Agehab concedeu entrevista à Rádio Vera Cruz FM, de Goianésia, na manhã desta sexta-feira (29/9), noticiando à população do município a assinatura e esclarecendo dúvidas para os beneficiários do programa habitacional municipal.

“O governo do estado aumentou o subsídio de R$ 15 mil para R$ 45 mil. Iremos liberar esse aumento do subsídio para o Residencial Hermínio Lopes”, disse Baldy.

Segundo o presidente da Agehab, as prefeituras são fundamentais para executar os programas habitacionais: “Eu quero registrar que a prefeitura de Goianésia foi responsável por adquirir a área, e o governo do estado entra com o subsídio para diluir o custo da casa ao beneficiário”.

Alexandre Baldy finalizou observando que, sem a prefeitura, o programa não acontece.

“Quero agradecer ao prefeito Leonardo Menezes por firmar esse TAC [Termo de Ajustamento de Conduta] que garante o convênio com o Residencial Hermínio Lopes”, destacou o presidente da Agehab.

Compartilhar em:

Notícias em alta