Hoje é 18 de abril de 2024 13:12
Hoje é 18 de abril de 2024 13:12

Aparecida de Goiânia ultrapassa a marca de 74 mil empresas ativas

Com 16 mil novos empreendimentos abertos em 2022, cidade se consolida na segunda posição de Goiás no levantamento feito pela Junta Comercial do Estado de Goiás

A cidade de Aparecida de Goiânia atingiu a marca de 74.716 empresas ativas no município, registrando 16.876 novos empreendimentos abertos em 2022.

De acordo com dados divulgados pela Junta Comercial do Estado de Goiás (Juceg), Aparecida se consolidou como segunda cidade goiana em número de empresas ativas. O município, que possui forte vocação comercial e industrial, está atrás apenas de Goiânia, que registra 316.996. Anápolis é a terceira com 60.271, seguida de Rio Verde com 31.992 e Valparaiso com 23.297, segundo o ranking da Juceg.

‘Infraestrutura e localização são atrativos do município’, diz prefeito

O prefeito Vilmar Mariano (Patriota) pontua que a cidade adotou medidas para evitar o fechamento de empresas e estabelecimentos comerciais no período mais agudo da pandemia de covid-19. A iniciativa, segundo ele, e outras políticas públicas ajudaram a preservar centenas de empresas, mantendo também milhares de postos de trabalhos.

“Tivemos notoriedade no cenário nacional por não restringir atividades econômicas nos momentos mais graves da pandemia. Aderimos às medidas preventivas e implantamos o escalonamento. Ainda nesse sentido, criamos condições especiais para o pagamento de impostos e tributos”, salienta Vilmar.

 “Empresários escolhem Aparecida pela infraestrutura que possui, pela localização no coração do Brasil e também porque somos uma cidade com vocação industrial e, por isso, temos diversos polos públicos e privados no munícipio”, destaca Vilmar Mariano, sobre crescimento positivo dos números de Aparecida em empreendedorismo.  

Microempreendedor Individual representa 67% dos negócios

Além de grandes, médias e pequenas empresas, a cidade também registra mais de 16 mil pessoas físicas que exercem atividades regulamentadas. Nessa categoria se enquadram, por exemplo, médicos, dentistas, feirantes, taxistas, entre outras profissões.

Outro fator que contribui com o elevado número de empresas ativas em Aparecida, é a quantidade de registros para Microempreendedor Individual (MEI), que corresponde a 67% do geral de estabelecimentos na cidade.

O número expressivo de empresas instaladas em Aparecida de Goiânia reflete na geração de empregos que, de acordo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, em 2021 mais de 115 mil pessoas trabalharam com carteira assinada na cidade. Os números de 2022 ainda não foram divulgados.

Compartilhar em:

Notícias em alta